CIP S.A

menu
menu
menu
search

LGPD

A CIP e a LGPD

Segurança é um pilar muito importante na nossa história. Por isso, não medimos esforços para a proteção e privacidade dos dados pessoais que tratamos.

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais estabeleceu hipóteses para o tratamento de dados pessoais e garantiu alguns direitos aos titulares, principalmente o direito de acesso aos seus dados pessoais e a informações sobre o tratamento, além de outros direitos aplicáveis em alguns casos, conforme certas condições e circunstâncias, tais como correção de dados incompletos, inexatos ou desatualizados, portabilidade dos dados, anonimização, bloqueio ou exclusão de dados desnecessários, excessivos, tratados em desconformidade com a lei, ou tratados com o consentimento do titular. 

Você conhece a LGPD?

Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD (Lei n° 13.709/2018), sancionada em agosto de 2018, regulamenta a forma de como as empresas passarão a tratar, no Brasil, dados pessoais enquanto informação relacionada à pessoa física identificada ou identificável, estabelecendo regras para o tratamento dos dados que possa ocorrer.

Nosso objetivo é atender os seus direitos em aderência ao capítulo lll e artigo 18º da Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD.

Contamos com a sua ajuda:

Para que possamos atender os seus direitos, solicitamos que realize o preenchimento do formulário de solicitações de atendimento aos direitos do titular dos dados clicando nesse link.

Importante: A CIP está comprometida com a sua segurança e com a segurança de seus dados pessoais e, por isso, segue rigorosamente as normas de proteção de dados pessoais e segurança da informação, além de adotar as melhores práticas disponíveis no mercado, tais como padrões internacionais de segurança em comunicações. Caso você não receba a confirmação de recepção de seu e-mail, entre em contato conosco por meio do Fale Conosco.

 
Os dados preenchidos no formulário bem como as fotos enviadas, serão avaliados pelos nosso time. Havendo inconsistência de dados, o titular será informado.
 

Quer saber mais? Veja nossa FAQ:

A LGPD (Lei nº 13.709/2018) é a lei brasileira que re​gula as atividades de tratamento de d​ados pessoais, fundamentada principalmente no respeito à sua privacidade.

Essa lei estabelece condições específicas para justificar o tratamento de dados pessoais, e nós respeitamos todas elas. Todos os nossos processos, produtos e serviços estão em constante observação para garantir que estejam sempre adequados à LGPD e aos princípios de proteção de dados pessoais por ela estabelecidos.

Dado pessoal é toda e qualquer informação relacionada a uma pessoa física identificada ou que possa ser identificada, como por exemplo: nome, CPF, RG, data de nascimento, endereço, e-mail, telefone, dados bancários, geolocalização, entre outros.

Tratamento é toda operação realizada com dados pessoais, como por exemplo a coleta, a utilização, o acesso, o processamento, o armazenamento, a eliminação, a transferência, entre outros. Todas as atividades de tratamento realizadas com seus dados pessoais são consideradas tratamento.

A segurança dos seus dados é a razão do nosso negócio. Por isso implementamos medidas técnicas, administrativas e organizacionais para proteger os seus dados pessoais, que incluem salvaguardas, como por exemplo, controles rígidos de acesso aos sistemas de TI, treinamento de todos os nossos cola​boradores, entre outros. 

Como, na maioria das vezes, não coletamos os seus dados pessoais diretamente, as Instituições Financeiras e demais Instituições usuárias dos serviços da CIP também estarão sujeitos às medidas de proteção, que incluem, mas não se limitam a:

​(a) Coleta e compartilhamento dos seus dados pessoais apenas com uma justificativa legal;

(b) Coleta e utilização apenas de dados pessoais necessários para uma finalidade específica e devidamente informada a você;

(c) Anonimização dos seus dados pessoais, quando possível ou apropriado, e uso do princípio da minimização de dados pessoais (tratamento apenas do mínimo de dados pessoais necessários para a finalidade);

(d) Cooperação mútua para garantir o devido cumprimento das obrigações previstas na LGPD e também no atendimento a eventuais solicitações suas ou de Autoridades Fiscalizadoras;

(e) Medidas técnicas, administrativas e organizacionais equivalentes ao tipo de atividade de tratamento realizadas.

A LGPD garante diversos direitos aos titulares de dados pessoais, e nós respeitamos todos eles. Os nossos processos são desenvolvidos e elaborados de forma a permitir, sempre que cabível, o atendimento dos seus direitos.

​De acordo com a LGPD, você pode solicitar:

(a) A confirmação da existência de tratamento que envolva seus dados pessoais;

(b) O acesso aos seus dados pessoais tratados por nós;

(c) A correção de seus dados pessoais que estejam incompletos, inexatos ou desatualizados;

(d) A anonimização, bloqueio ou eliminação de dados pessoais que sejam desnecessários, excessivos ou tratados em desconformidade com a LGPD;

(e) A portabilidade dos seus dados pessoais a outro fornecedor de serviço ou produto, de acordo com a regulamentação da autoridade nacional, observados os segredos comercial e industrial; 

(f) A eliminação dos dados pessoais tratados com o seu consentimento;

(g) A revisão de decisões e tratamentos automatizados;

(h) Informação sobre as entidades com as quais nós compartilhamos os seus dados pessoais;

(i) Informação sobre a possibilidade de não fornecer consentimento e sobre as consequências da negativa; 

(j) A revogação do seu consentimento.

É importante lembrar que o atendimento desses direitos será objeto de análise acerca da viabilidade e cabimento do pedido que você realizar. Há casos em que não será possível e nem permitido pela própria lei atender a todos os direitos.

Para realizar uma solicitação referente aos direitos elencados acima, você deve preencher o formulário de solicitações de atendimento ao direito do titular de dados. Clique aqui para acessar o formulário, nós responderemos a sua solicitação assim que possível. Caso não seja possível atender à sua solicitação, informaremos os motivos.

Considerando a natureza dos nossos serviços e sistemas, certos direitos não poderão ser exercidos diretamente junto a nós (como a retificação, exclusão e oposição, por exemplo). Em caso de solicitação nesse sentido, nós orientaremos você a procurar diretamente os responsáveis, para que tomem as providências cabíveis.

Se você tiver dúvidas, reclamações, sugestões ou comentários em relação às atividades de tratamento de dados pessoais realizadas pela CIP, entre em contato conosco pelo Fale Conosco.

Encarregado pela proteção de dados pessoais – DPO (Data Protection Officer):

Keli Cristina Ravelli